Ondas de choque


A onda de choque é um pulso sônico, por isso existem equipamentos específicos para utilização em cada área: urologia e ortopedia. As ondas de choque agem de diversas maneiras: – Ação mecânica, causando formação de microbolhas que eclodem fragmentando a fibrose local; – Ação analgésica por intenso estímulo local, liberando enzimas que atuam na fisiologia da dor; – Ação vascular, que provoca uma congestão vascular e neoformação de vasos. O tratamento é realizado por equipamentos desenvolvidos para uso em ortopedia, e as indicações abrangem patologias de caráter crônico, como esporão de calcâneo, tendinites calcificadas de ombro, tendinites de cotovelo e outras tendinites que não foram solucionadas pelos tratamentos habituais. O uso das ondas de choque também tem um efeito osteogênico, quando aplicadas em pacientes que tiveram fraturas de difícil consolidação, além de outras indicações. Outra vantagem proporcionada pelo tratamento é o fato de que o método não é invasivo, o que evita a cirurgia, em muitos casos.